Eu sou...

Minha foto
Birigüi, São Paulo, Brazil
Tenho 30 anos, sou graduado em Letras pela Faculdade de Ciências e Tecnologia de Birigui (FATEB),graduado em História pela Universidade Toledo de Araçatuba e pós-graduado em Assessoria Bíblica pela Escola Superior de Teologia de São Leopoldo, Rio Grande do Sul (EST)em parceria com o Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (CEBI). Atualmente professor da educação básica de escolas estaduais de SP e cursando o pós-graduação em História Cultural pelo Centro Universitário Claretiano.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

CARTA PELA ESPERANÇA

Amadas e amados! A paz de Deus e de toda energia cósmica do amor estejam conosco!

Os dias em que vivemos têm sido duros para quem ainda não se acostumou com a maldade. Temos visto muitos atos de violência praticada entre os seres humanos. Seres que deveriam caminhar na luz por terem em si a centelha divina.

No entanto, sabemos que muitas são as influências malignas presentes ao redor do mundo. As energias têm se canalizado de uma forma muito negativa e muito há de conspirações negativas penetrando nas fendas de nossos limites carnais.

Vocês devem estar ouvindo e vendo muitas manifestações que nos fazem pensar que o mundo está virado pelo avesso. Pois se ainda pensamos assim, é porque temos a esperança no bem. O que falta a tantas pessoas nesse mundo é a esperança de que algo melhor pode ser construído por nós e que essa oportunidade de construir o bem é também uma imensa oportunidade de redenção para nossos espíritos falhos.

Vemos barbaridades dentro das famílias, nas ruas, no trabalho, nas igrejas, nas escolas e em todos os cantos do mundo o ódio parece ser a única opção para resolver as situações. Estamos chegando ao mais extremo do absurdo.

Amados e amadas, não se desesperem nem percam a fé em Deus ou em nossos irmãos e irmãs. Não desistam de fazer o bem e resistir ao mal, pois é nesse momento que os esforços terão maior recompensa, porque quanto maior o fardo a ser carregado aqui, mais sólida será a morada no Reino dos Céus. A cada alfinetada que fere e sangra, se resistida, enorme será o conforto. No entanto, não basta fazer esperando trocar um ato de bondade por um terreno no céu. É preciso que tudo seja feito com consciência e com o coração.

Estejamos dispostos a nos entregarmos por nossos irmãos e irmãs, despidos do orgulho, do preconceito e de toda malícia. O que é feito com amor, o amor verdadeiro que Jesus nos mostrou, jamais será nocivo.

Portanto, tenham esperança! Que a esperança alimente a fé e que a fé seja a força para resistir a todas as ofensas, pois nada ficará vazio. Tudo será preenchido de acordo com o que tivermos para preencher.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget